» » Turismo em Gramado para introvertidos

Turismo em Gramado para introvertidos

postado em: Blog | 2

Dicas de turismo e passeios na Serra Gaúcha para quem busca momentos de paz e reflexão em vez de agito e aventura.
Dicas de Gramado para introvertidosO frio de Gramado oferece ótimas opções para pessoas introvertidas que buscam momentos de introspecção e paz.
Gosta de passar alguns momentos sozinho? Detesta lugares cheios e barulhentos? Para você, ler um livro sábado à noite é tão bom quanto sair com amigos? Adora apreciar o amanhecer em silêncio com uma xícara de café fumegante? Então há fortes chances de que você (como eu) seja um introvertido. Bem-vindo ao clube!

Mas ser introvertido não significa ser antissocial. Significa apenas que não precisamos estar o tempo todo em festas, happy hours ou cercados de pessoas. Gostamos de estar com os amigos, apenas não precisamos de tanto agito. Para mim, quatro pessoas à mesa de um café ou bistrô é toda a ‘multidão’ de que preciso.

E me pergunto quando o setor de turismo começará a prestar atenção nos introvertidos e oferecerá pacotes personalizados para esse público. Pensa-se muito em grupos animados e famílias (repare nas propagandas das agências de viagem), e esquecem de quem talvez não queira viver uma aventura, mas apenas ter alguns momentos de tranquilidade, introspecção e cultura.

Mesa no bistrô Josephina, em GramadoPara nós, introvertidos, esta simpática mesinha já está de bom tamanho para passarmos bons momentos.

A Serra Gaúcha oferece opções perfeitas de turismo para os introvertidos. Da contemplação das belezas naturais ao tranquilo ambiente dos cafés, bistrôs e livrarias, tudo é um prato cheio para quem almeja introspecção aliada ao turismo.

Claro, em épocas de alta temporada (como natal, páscoa e férias de julho), quando a região fica apinhoada de turistas barulhentos e locomover-se pelas ruas é um desafio, buscar essa placidez é inútil. Mas passar uns dias na Serra Gaúcha em baixa temporada pode lhe proporcionar esses tão desejados (e escassos!) momentos de tranquilidade.

Frio e chuva em GramadoPara os introvertidos, dias frios e chuvosos em Gramado são perfeitos para o aconchego e reflexão.

O frio da região já é um convite a ocasiões mais íntimas e reflexivas. E se você for como eu, sabe apreciar o valor de dias cinzentos e chuvosos. Gramado é linda na chuva – caminhar pela cidade com o vento gelado resvalando no rosto, observando as ruas molhadas refletindo as luzes de postes e vitrines, enquanto a cidade desaparece ao longe na neblina é um dos grandes momentos de se estar ali. Para não acharem que sou masoquista, o ápice dessa experiência termina com um chocolate quente na Casa da Velha Bruxa (www.prawer.com.br/bruxa), deixando o frio lá fora.

Aliás, os cafés e bistrôs oferecem a atmosfera perfeita para os introvertidos. Leve seu livro favorito a alguns desses aconchegantes lugares, peça um café ou uma taça de vinho, escolha uma mesa e perca a noção do tempo enquanto lê ou observa a movimentação na rua. Um lugar que recomendo para isso é o Josephina (do qual já falei aqui), além dos bares e cafés disponíveis na Praça do Moinho.

Mesas na Praça do MoinhoPara quem gosta de sentar e apreciar o movimento das ruas, a Praça do Moinho é uma ótima opção.

Se estiver em busca de cultura, as simpáticas livrarias Sucelus (www.facebook.com/suceluslivraria) e Café Conceito (www.livrariacafeconceito.com) em Gramado combinam o charme e requinte em ambientes convidativos à leitura. E além de livros e revistas, você terá à disposição strudels e waffles para embalar seus sérios momentos de introspecção. Se estiver em Canela, surpreenda-se dando um pulo no simpático Empório Canela (www.emporiocanela.com.br).

Os adeptos de uma vida saudável ou que apenas desejam se isolar e relaxar por alguns dias encontrarão no Kurotel (www.kurotel.com.br) uma das melhores opções do país no gênero de hotel/spa.

Livraria Sucellus em Gramado/RSA simpática livraria Sucelus fica no Largo da Borges, em Gramado, e é perfeita para um café enquanto você se perde em leituras.

Desnecessário dizer também que parques e belezas naturais garantirão ótimos momentos para os introvertidos. O Lago Negro (já falei dele aqui) é parada obrigatória para todos os que desejam contemplar uma paisagem exuberante e sentir-se em paz. Perambule pelas margens em silêncio, observado as águas, as árvores, os simpáticos patos e marrecos que habitam o lago e perca-se em seus pensamentos. Se você tiver uma veia artística para desenho, poesia ou fotografia, o Lago Negro posará para você.

Lago Negro em Gramado/RSCurtir a paz do Lago Negro em Gramado é obrigatório tanto para introvertidos quanto para extrovertidos.

Importante dizer que a pessoa introvertida não precisa viajar sozinha. Pode ir com outros introvertidos que partilham dos mesmos gostos ou com uma companhia extrovertida que entenda a necessidade de passarmos um tempo em silêncio. O que não suportamos, de fato, são grandes grupos de pessoas barulhentas fazendo algazarra.

Nós, introvertidos, não gostamos de pressa, então passeios cronometrados não nos atraem. Não queremos ver ‘tudo’ em uma única viagem, então voltaremos mais vezes aos lugares que mais nos agradaram. Amamos História e histórias, e sentar com alguém que as conte é um enorme prazer. Prezamos tanto o lado urbano quanto o rural, assim, passeios como o Raízes Coloniais e Agroturismo são boas opções de entretenimento.

E se as agências de turismo precisarem de consultoria para definir o perfil desses clientes e saber exatamente o que oferecer aos introvertidos, eis-me aqui!

Veja mais dicas de Gramado:

Comente pelo Facebook

comentarios

Seguir Emilio Calil:

Jornalista, escritor e designer. Fundador do LifeBreak, apaixonado por tecnologia e pela Serra Gaúcha. Apreciador de boa gastronomia, bons vinhos e boa conversa. O resto você descobre aqui: www.emiliocalil.com

2 Respostas

  1. diana cristina
    | Responder

    Muito legal essa introspecção! Concordo com você! Gosto de parar no tempo para vê-lo passar! Um abraço

  2. Glaucia
    | Responder

    “Detesta lugares cheios e barulhentos?”, esta sou eu. Obrigada pelas dicas. Estaremos lá em meados de outubro, e já vi no calendário que não haverá eventos no período. Melhor ainda.

Deixe uma resposta