» » História dos leitores: A paixão de Jaquiane por Gramado

História dos leitores: A paixão de Jaquiane por Gramado

postado em: Blog | 0

A leitora do blog, Jaquiane Silva, declara toda a sua paixão por Gramado e também dá muitas dicas de passeios e restaurantes.

Leitora do blog dá dicas sobre Gramado
Confira as dicas e o depoimento da Jaquiane sobre Gramado e seus encantos.

 

E continuam chegando os relatos de leitores apaixonados por Gramado, que desejam compartilhar esse sentimento aqui no blog.

O texto deste post é da Jaquiane Silva, que enviou um relato bastante completo, onde não apenas declara emocionada toda sua paixão por Gramado e suas belezas como, também, dá muitas dicas aos leitores que ainda não conhecem a cidade.

Nem vou me prolongar muito na introdução, fique com o relato da Jaquiane e deixe sua mente viajar com as palavras dela:

Minhas dicas de Gramado – por Jaquiane Silva

“Minha paixão pela Serra Gaúcha começou cedo quando, ainda na infância, tive a oportunidade de conhecer as cidades de Gramado e Canela no período de Natal. Como qualquer criança, me encantei com o espetáculo “Natal Luz” e achei tudo muito lindo. Mais tarde, a maturidade e as circunstâncias me fizeram ver a cidade dos meus sonhos com uma visão ainda melhor!

Desde que casamos, meu marido e eu vamos a Gramado todos os anos. Já fomos em diferentes épocas, justamente com a intenção de podermos usufruir de sensações diferenciadas, no entanto, o inverno ainda é nossa estação favorita. Mais charmosa, mais romântica, perfeita! Aliás, essa é a palavra que poderia definir Gramado: PERFEIÇÃO. A cidade em si é fabulosa, desde o clima naturalmente abençoado por Deus à gastronomia encantadora, que supera todas as expectativas, até dos mais exigentes paladares.

As pessoas nos recebem com uma alegria incomparável, existem diversas atrações – para todo tipo de gosto, bolso e faixa etária – o trânsito é super tranquilo (realmente, nem parece que você está no Brasil, um país de pessoas estressadas no trânsito!), os hotéis são acolhedores, os restaurantes são do tipo que você vai, almoça ou janta sem pressa e sente prazer em ficar ali por mais algum tempo conversando, apreciando…

Meu marido e eu amamos Gramado. É a cidade para onde vamos com alegria no coração e quando voltamos, chegamos a vir no carro sem conversar muito, de tão entristecidos. Pois é o tipo de cidade aonde você tem vontade de morar. Na primeira vez em que fomos pra Gramado meu marido chegou a pensar em largarmos tudo na nossa cidade e irmos morar lá. Chegamos a perguntar para um cidadão gramadense como era morar lá e tudo mais (risos), tamanho foi o nosso encantamento!

Sem exagero, Gramado é um pedacinho do céu! Sempre que vamos pra lá nos hospedamos no Hotel Alpestre, super recomendamos porque tanto a infraestrutura quanto os valores e o relacionamento com os funcionários são maravilhosos!

Os passeios que recomendamos (que não dá em hipótese alguma para pensar em descartar) são: Mini Mundo (tudo muito fofo!); museu de motos Harley Motor Show e o Museu de Cera Dreamland (os dois são os mais legais de todos que lá existem, mas se você gosta de carros antigos ou acha interessante ver super máquinas, vale a pena comprar os bilhetes para visitar todos – sai mais barato); Mundo Gelado (é realmente GELADO!); Aldeia do Papai Noel (mesmo que você não tenha filhos pequenos e não seja criança, duvido que não vai se encantar e entrar no ‘espírito natalino’ do local!).

Cascata do Caracol, em Canela/RS
Apreciar a beleza do Parque do Caracol e andar de teleférico é uma das dicas da Jaquiane pra quem vai à Canela.

Na cidade vizinha, Canela, não deixe de visitar o Parque do Caracol, é tudo de bom andar no teleférico dele, contemplar as belezas da cascata e da natureza em geral ao lado da pessoa que a gente ama. Dá tempo de namorar e conversar bastante. Vale o investimento!

Ah, mas é claro que não posso deixar de mencionar o mais importante passeio de Gramado, na minha opinião: Lago Negro. O ‘cartão-postal’ da cidade, o passeio mais apaixonante, aquele que se você for a Gramado e não fizer, é como se você não tivesse ido. Uma volta de pedalinho ao redor do lago mais lindo que já vi faz muito bem para qualquer um, faz muito bem principalmente para qualquer relacionamento. Recomendamos no finalzinho do dia, no pôr-do-sol, depois de um dia cheio de aventuras (mas também já fui até com chuva, usando capa, e também foi divino!).

Lago Negro em Gramado/RS
Unanimidade na preferência dos visitantes, o Lago Negro é um dos principais pontos turísticos de Gramado.

Para comer, opções não faltam, depende muito mais da sua vontade e disponibilidade em investir mais ou menos num jantar do que qualquer outro motivo. Por isso, é sempre bom reservar dois ou mais dias para permanecer na cidade, porque no dia em que você for a um café colonial (já fomos nos dois mais conhecidos da cidade e, por incrível que pareça, gostamos muito mais do Café Colonial Coelho) provavelmente não conseguirá ir à uma sequência de fondue, galetos ou massas, por exemplo. O povo gramadense come! E come muito! E come bem! Vá sem frescura e se tiver qualquer tipo de restrição alimentar, como tolerância a lactose, por favor leve comprimidos para tomar antes e depois, caso contrário irá se arrepender e muito!

Restaurantes que recomendamos: Churrascaria Chama de Fogo (o rodízio é excelente, o atendimento é excepcional, o valor é ótimo, a localização é fácil – combinação perfeita!); a sequência de fondue sem dúvidas é recomendável: Le Chalet de La Fondue (a sequência é perfeita, mas vá preparado: não é dos mais baratos!); e um restaurante bom que recomendamos é o St. Gallen, indicamos o prato pato ao molho de cereja! Aproveite o ambiente com lareira. Com certeza será inesquecível!

Então, no geral, Gramado é aquela cidade que você pisa e já sente ‘algo diferente’, até as ruas mais simples servem como ‘massagem’ aos nossos olhos, é aquela viagem que você espera por tempos. Conta os dias, meses, minutos. E quando chega, toda vez que chega, é surpreendido! A sensação que tenho quando chego lá é de estar vivendo um sonho e a que tenho quando saio de lá é a que trago um pouco de Gramado em mim e deixo um pouco de mim lá.

Assim, uma relação que só quem realmente ama a cidade entende. Turistas não compreenderão, apaixonados farão das minhas as suas palavras! Se eu pudesse dar uma dica a alguém, seria esta: Não deixe sua vida passar sem visitar Gramado, você nunca vai se perdoar.”

 

Não preciso dizer mais nada, preciso? Se você ainda não foi a Gramado, vá! E se já foi, mande também o seu relato!

Veja mais dicas de Gramado:

Comente pelo Facebook

comentarios

Seguir Emilio Calil:

Jornalista, escritor e designer. Fundador do LifeBreak, apaixonado por tecnologia e pela Serra Gaúcha. Apreciador de boa gastronomia, bons vinhos e boa conversa. O resto você descobre aqui: www.emiliocalil.com

Deixe uma resposta